terça-feira, 25 de agosto de 2009

Ponte sobre águas turbulentas

Nesta belíssima canção, Elvis Presley dá vida a "Bridge Over Troubled Waters" (algo como "Ponte sobre águas turbulentas"). A exemplo de muitas outras pessoas, penso que mesmo aqueles que não aceitaram (ou ainda não aceitaram) Jesus como Senhor e Salvador possuem vestígios de Deus em seus corações. Prestem atenção nesta letra e na sua mensagem. Belas e claras como as águas do Rio Jordão. Por outro lado, não podemos esquecer que Elvis veio de uma família protestante, que gravou vários discos de cunho gospel e que, segundo muitos relatos, teria voltado para Jesus antes de morrer. Composta por Paul Simon e Arthur Garfunkel, "Bridge Over Troubled Waters". Se ainda não viram, não deixem de assistir. Se já, deliciem-se novamente.

8 comentários:

Francisco Marques, Brasília. disse...

Essa letra é linda e, por mais que muitos não concordem, abençoa, sim, a todos aqueles que conseguem ver Deus na beleza da simplicidade criada por Ele próprio. Se o sujeito, mesmo não sendo crente, exalta a beleza do mar, da vida e do amor, ele está reverenciando quem? Quem criou tudo isso? mandou muito bem, querido, ao postar esse vídeo. Por falar nisso, gostei muito do seu blog. Cristão, mas sem ser careta. Abraços.

Alex Malta Raposo disse...

Obrigado, Francisco. Continue nos prestigiando. Deus abençõe.

Andréa Machado disse...

Também concordo com esse irmão de Brasília. Quanta gente tá por aí fazendo música gospel, mas, apesar disso, sem nenhum relacionamento com Deus, sem nenhuma intimidade, sem nenhuma existência de adoração? Linda demais essa música do Elvis, que, segundo tudo o que eu li, tinha uma ligação muito forte com Deus. Não é do meu tempo (rs), mas também ouço e me sinto muito edificada. Valeu a pena ouvi-la de novo.

Liliana Ferraz disse...

Precisamos nos desvencilhar das amarras. O centro é Jesus. Mas, infelizmente, nós, crentes, perdemos muito tempo com paranóias religiosas e deixamos de ser abençoados por pérolas como essa.

Marinho disse...

Mano Alex, como vc sabe, não gosto muito de músicas americanas. Meu negócio é pagode gospel. Mas concordo com tudo que foi dito. Se enriquece, não importa se foi feita por alguém que se declare evangélico ou não. Até porque tá cheio de gente na igreja que tá mais fora do que dentro. Valeu.

Alex Malta Raposo disse...

Quero deixar claro que não postei esse vídeo com o objetivo de causar nenhuma celeuma. Tenho amigos-irmãos que pensam como eu e, por isso e por outras coisas, me abençoam. Por outro lado, também tenho amigos-irmãos que não se permitem ouvir música secular e nem por isso deixam de ser bênçãos na minha vida. É apenas uma questão de visão. Como disse a Liliana, que, apesar de tudo, haja o que houver, estejamos onde estivermos, que Jesus seja sempre o centro de nossas vidas. O resto tem importância periférica.

amigodcristo disse...

Alex.. graça e paz seja contigo amigo.. e irmão em Cristo... realmente esa letra nos toca muito..
e nos mostra a verdade... que muitos não entendem.. e sempre se julgam sozinhos... enquanto oreino de DEUS se encontra dentro de cada um...basta encontrar dentro de si... amigo obrigado por sua visita.. e parabéns por esta postagem..e muito obrigado pelo irmão ter nos visitado e seguido.. paz amigo em ti e tua casa!!

Jeanne disse...

Linda, linda, linda, essa letra. Parafraseando o apóstolo Paulo na carta aos filipenses: desde que Jesus esteja sendo anunciado, que me importa o resto?

Elvis, ainda que afastado dos caminhos do Senhor, nunca conseguiu se desvencilhar das marcas que o evangelho deixou na sua vida, pontuando grande parte de sua carreira com exaltações a Deus (conta-se, inclusive, que ele só conseguia dormir ao som de Amazing Grace).

Ao Rei dos Reis e Senhor dos Senhor toda honta, toda glória, todo louvor!