terça-feira, 20 de outubro de 2009

Metade de mim

Sem dúvida alguma, este poema de Oswaldo Montenegro é um dos mais belos trabalhos do universo literário contemporâneo. Uma reflexão preciosa e perturbadora sobre o existencialismo.

2 comentários:

Descanso da Alma disse...

Sou um fã da obra do Oswaldo e esse poema é maravilhosamente lindo e me leva a uma reflexão profunda sobre existência e percursos que fazemos na vida.

Muito bom.

Alex Malta Raposo disse...

Querido irmão,

Obrigado pela visita e pelo comentário.

Esse é, realmente, um dos poemas mais impressionantes que já vi. Já devo ter visto esse vídeo uma dezena de vezes.

Que Deus continue lhe abençoando e ao trabalho feito no Descanso da alma, que, sem dúvida, só pode ser obtido em Cristo Jesus.